sábado, 18 de outubro de 2014

O moço da praça
me achou uma graça
por ter falado
com uma pomba.
Mal sabe ele
que peço desculpa
quando esbarro
nas coisas
da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário