quinta-feira, 14 de abril de 2011

Viu, acordei meio assim. Desse jeito assim. Fui, então, me olhar no espelho pra entender melhor. Admito que não levei um susto, tão grande, por que era desse jeito mesmo que estava.
Meu reflexo no espelho não tinha rosto. Ah, assim será meu dia, então.
Mas como posso ter um dia feliz, se não poderei sentir o cheiro de uma flor? Ou se não ver o sol raiar? Nem mesmo sentir o gostinho de um beijo.
É. Acordei meio assim mesmo. Mas então, onde estará meu rosto? Onde o deixei, ou será que o esqueci, por descuido meu?
Bem, uma hora terá que voltar.
Mas até lá, não poderei sorrir, chorar ou espirrar.
Andei pensando. Na realidade, é desse jeito mesmo que quero estar hoje. Sem poder sentir, ver ou respirar algo.
Mas pensando novamente, posso ainda sentir o calor de um abraço. Posso, também, escutar as doces palavras que saem da boca de outros.
Quem sabe se hoje não será tão assim?

Nenhum comentário:

Postar um comentário