quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Fechei os olhos.
E disse, em vão, à mim mesma:
Chega de saudade.
Mas de nada adiantou...
Pois, ainda, sinto sua falta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário